O Montes Claros Vôlei surpreendeu o Sesc RJ em partida equilibrada na noite de terça-feira, pela nona rodada do returno da Superliga Cimed masculina de vôlei. A equipe norte-mineira levou a melhor e, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, venceu os donos da casa por 3 sets a 1, com parciais de 25/23, 18/25, 26/24 e 25/19.

Com a vitória, o Pequi Atômico chegou a 16 pontos e afastou o fantasma do rebaixamento para a Superliga B. O resultado ainda ajudou o Cruzeiro a manter a ponta da tabela. 

O oposto Alemão foi eleito o melhor em quadra e, por isso, premiado com o Troféu VivaVôlei Cimed. O jogador foi ainda o maior pontuador, ao marcar 25 vezes (23 de ataque e dois de bloqueio).

“Viemos um pouco mais soltos para jogar, mas sabíamos que, para ganhar, teríamos que batalhar muito. Nos preparamos fortemente e o Sul-Americano nos deu ritmo e confiança com os resultados positivos. Enfrentamos um time forte e a melhor maneira de respeitar uma equipe como essa é jogando ao máximo. Demos tudo que podíamos e deu certo”, disse Alemão.

O Montes Claros Vôlei esteve na disputa do Campeonato Sul-Americano de Clubes até o último sábado e ficou com a terceira colocação.
 
ESTREIA
O levantador Cristiano, aos 21 anos, fez a primeira partida como titular em uma edição de Superliga. 

“Acho que nem nos meus melhores sonhos eu poderia imaginar uma noite como essa. Claro que sempre jogo para ganhar, mas hoje tive a oportunidade de começar como titular no Rio, na minha cidade, com toda a minha família comigo, e ainda vencendo uma forte equipe, como a do Sesc RJ. Estou emocionado”, disse Cristiano.

O Montes Claros Vôlei vai enfrentar agora o Maringá, no Ginásio Espotivo Tancredo Neves, no próximo sábado, às 19h. No mesmo dia, o Sesc Rio de Janeiro vai até Campinas, em São Paulo, enfrentar o Vôlei Renata, às 15h.