O janaubense Adriano Matheus, de 19 anos, venceu a 8ª edição do Federação Fight, considerado um dos maiores eventos de artes marciais mistas do país (MMA, na sigla em inglês para Mixed Martial Arts). A disputa foi realizada no último sábado, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O lutador, que é estreante no MMA, venceu o adversário Davi Wilham, da equipe GFT de Belo Horizonte, aos 46 segundos do primeiro round. 

A competição teve 20 lutas, sendo dez no cartel amador e dez no profissional, e já se consagrou como um evento revelador de talentos da modalidade.

Adriano, que desde os 11 anos faz parte do projeto social “Lutando Pelo Futuro”, realizado do professor Eustáquio Cardoso de Carvalho (Bananal), faz parte da equipe Fight Society Team de Minas Gerais. O montes-clarense volta para casa com a primeira vitória.

“Já participei de vários campeonatos de jiu-jítsu e estava confiante nessa vitória. Treinei muito para chegar até aqui. O projeto me ajudou de várias maneiras, pois através dele conquistei minha primeira medalha. Também foi de grande importância o apoio dos meus familiares, amigos e do meu patrocinador Gledson, que disponibilizou o meu transporte até o evento”, disse.
 
PRÓXIMO DESAFIO 
A próxima competição será em setembro, em mais uma edição da Federação Fight. Além de Adriano Matheus, mais dois atletas, que também fazem parte da equipe de Bananal, assinarão contrato com a de MMA para disputar o cinturão – Adriano já fechou a parceria para cinco lutas. 
 
SUPERAÇÃO
O coordenador da equipe Fight Society Team em Minas Gerais e idealizador do projeto “Lutando Pelo futuro”, Eustáquio Carvalho, ressalta a importância do campeonato. 

“É realmente uma sensação de dever cumprido. Quando iniciei o projeto, solicitei alunos que precisavam de apoio, melhorar as notas e hoje vejo um resultado muito positivo. Não formamos apenas atletas, mas cidadãos do bem. Fico muito feliz em ver um garoto que esteve desde o início no projeto, representando nossa cidade, nosso projeto, sendo campeão num evento nacional do MMA”, disse.