O Montes Claros Esporte Clube enfim chegou ao G-4 do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão e o feito veio acompanhado de uma série invicta em casa. São quatro jogos e quatro resultados positivos no campo do Cassimiro. O ótimo rendimento em seus domínios rendeu os 12 pontos até aqui e a quarta colocação provisória, pois tem um jogo a mais que várias equipes.

Em jogo difícil no último sábado, o time do técnico Marco Antônio Milagres venceu o Passos por 2 a 1 no Estádio José Maria Melo, em partida válida pela 7ª rodada. 

O MOC abriu o placar no fim do primeiro tempo com o experiente atacante Jônatas Obina, que marcou pela primeira vez com a camisa tricolor. No segundo tempo, o Passos teve duas penalidades polêmicas ao seu favor. O goleiro Gustavo Rangel defendeu a primeira cobrança, mas, na segunda, não conseguiu parar o meia Lucas Batista.

O gol da vitória do MOC saiu após linda cobrança de falta do meia Renato Silva, que também marcou pela primeira vez na competição.

DESCANSO
Os jogadores do Montes Claros devem se reapresentar hoje. Na tabela da competição, todos os times ficam fora de pelo menos uma rodada. Agora chegou a vez do tricolor norte-mineiro. O MCEC volta a jogar na quarta-feira (19), às 15h30, contra o Patrocinense, em Patrocínio. 

A colocação do MOC é provisória porque a equipe pode ser ultrapassada na próxima rodada por União Luziense e Athletic Club e perder a condição atual no G-4. Os torcedores ficarão de olho nas partidas do Athletic, que joga fora contra o líder Valeriodoce, e do União, que recebe o Passos em casa.

Somente após a conclusão da 8ª rodada, e a igualdade no número de jogos entre os times da ponta da tabela, é que o Montes Claros poderá conhecer os principais adversários por uma vaga pela classificação.

Agora o técnico Milagres tem a dura missão de recuperar a equipe para buscar os primeiros pontos fora de casa. Até o complemento da primeira fase, além do Patrocinense, o MOC enfrentará o Pouso Alegre e o Athletic fora de casa. E recebe o União Luziense e o Minas Boca no campo do Cassimiro.