Com a próxima partida pelo Campeonato Mineiro marcada para o sábado, contra o Villa Nova, no Mineirão, os jogadores do Cruzeiro ganharam três dias de folga durante a folia momesca. 

Mas quem pensa que a vida dos cruzeirenses será de bloquinhos e farra, engana-se. Pelo menos é o que disseram os atletas antes mesmo da partida contra o Democrata, na noite de ontem, em Governador Valadares. 

“Vou ficar com a família. Carnaval é época de curtir, mas prefiro ficar com a minha família. Para nós não muda nada, somos profissionais e temos que cumprir com o nosso dever, independentemente se o jogo for sexta ou sábado, temos que fazer bem o nosso papel e depois pensar no Carnaval”, disse o zagueiro Digão.

O lateral-esquerdo Marcelo Hermes também já sabe o que fará nos dias de folga. “Vou para casa visitar a família”, disse

Sobre folga esticada, mas com retorno na ‘terça-feira gorda’ o lateral disse que primeiro é hora de pensar no trabalho. “Normal, vida de jogador é assim. Carnaval para outras pessoas, para nós é trabalho”, afirmou. 

Já o lateral-direito Edílson brincou antes do jogo de ontem sobre o traje que usará no feriado. “Nossa melhor fantasia, tenho certeza absoluta. Muitos torcedores estarão fantasiados com a camisa do Cruzeiro. Com a gente será igual, vamos estar fantasiados com esse manto maravilhoso”, comentou.