Foi prorrogado até sexta-feira (09) o prazo para os estudantes pré-selecionados na chamada única do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) complementarem a inscrição no Fies Seleção e, posteriormente, fecharem a contratação. O prazo terminaria ontem, mas vários candidatos reclamaram das dificuldades para concluir a inscrição. 

A prorrogação abrange as 80 mil vagas isentas de juros, destinadas neste semestre aos estudantes que comprovarem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

Também foi estendido até 16 de março o período de divulgação dos resultados da pré-seleção das outras duas modalidades, o chamado P-Fies – que oferta, nos primeiros seis meses de 2018, 75 mil vagas. 

“Essas mudanças buscam preservar os interesses dos candidatos pré-selecionados em chamada única e que estiverem classificados em lista de espera”, explica o diretor de Políticas e Programas de Educação Superior do MEC, Vicente de Paula Almeida Júnior.

O Novo Fies modernizou o modelo de financiamento estudantil, dividindo o programa em diferentes categorias, o que oferece mais condições a quem precisa e flexibilidade aos demais candidatos, a partir da renda familiar declarada. Além da aplicação de juro zero ao estudante, o programa passa a contar com outras duas modalidades, denominadas P-Fies. Elas se destinam àqueles com renda familiar de até cinco salários mínimos. Para contemplar esse público, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Podem ser financiados cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies. Também estão aptos a fazer parte do programa os cursos que, ainda não avaliados pelo Sinaes, estejam autorizados para funcionamento pelo cadastro do MEC.

Até o dia 30, candidatos na Lista de Espera que forem pré-selecionados deverão complementar sua inscrição. Prazo é de três dias úteis a contar da divulgação de sua pré-seleção.

Agência Brasil e site do MEC