Quem for fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) tem que se inscrever de 16 a 27 de abril para obter os diplomas de ensino fundamental ou médio. O calendário foi divulgado esta semana pelo Ministério da Educação (MEC). 

O exame é gratuito, mas a partir de agora o candidato que faltar no dia da aplicação da prova e não justificar a ausência via sistema online terá de pagar uma taxa ao se inscrever novamente.

“A novidade deste ano é reafirmar a obrigação do setor público com o gasto do exame. Tivemos uma grande abstinência no ano passado e gostaríamos de que os alunos soubessem que esse custo, essa verba, esse orçamento dedicado é muito alto”, disse a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini. O valor médio de custo da prova foi de R$ 45 por candidato.

Neste ano, as provas estão marcadas para 5 de agosto e as notas devem ser divulgadas em outubro. O candidato pode obter tanto o diploma como uma declaração parcial em determinada área de conhecimento, como, por exemplo, matemática. 

Já aqueles que desejam conseguir o diploma deverão atingir um mínimo de 100 pontos em cada uma das quatro áreas abordadas e, ainda, nota mínima de cinco pontos na prova de redação.

“Se cada vez que o candidato prestar o exame, obtiver apenas a proficiência parcial, ele a leva garantida e realiza no ano seguinte apenas as áreas em que não teve sucesso”, explicou Maria Inês.

Para certificado de conclusão de ensino fundamental, exige-se que se tenha 15 anos de idade completos na data de aplicação da prova; e para o de ensino médio, 18. O MEC esclareceu que quem emite essa certificação são as secretarias estaduais de educação e institutos federais de educação, ciência e tecnologia reconhecidos pelo Inep.
 
PROVAS
O exame é composto de quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões, além de uma redação, Isto para o nível fundamental. As áreas avaliadas são ciências naturais; línguas portuguesa e estrangeira moderna, artes, educação física e redação; história e geografia; e matemática.

No ensino médio, o candidato deve comprovar que tem domínio dos seguintes campos: ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; linguagens e códigos e suas tecnologias e redação; ciências humanas e suas tecnologias.

Serão duas provas por turno. A aplicação dos testes está marcada, respectivamente, para 9h e 15h30, tendo duração de quatro e cinco horas. Os portões serão abertos com uma hora de antecedência.
 
NOME SOCIAL
As provas específicas para candidatos que residam no exterior e para adultos que cumprem penas privativas de liberdade e adolescentes – modalidades Encceja Exterior, Encceja Exterior PPL e Encceja Nacional PPL – serão realizadas, respectivamente, nos dias 16, 17 a 21 e 18 a 19 de setembro.

O Inep informa que haverá atendimento diferenciado a candidatos com necessidades especiais. Se desejar, o candidato do Encceja 2018 também poderá pedir para ser tratado por um nome social de sua escolha.

Agência Brasil