Quando o assunto é o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) muitos estudantes ficam apreensivos por ser uma ferramenta utilizada para avaliar o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados.
Neste sentido, alunos do curso de Pedagogia Funorte foram submetidos a avaliações aplicadas em sala de aula além do conteúdo teórico com o objetivo de auxiliar no resultado na hora de realizar o simulado e reforçar o conhecimento e o aprendizado. “Esse é um trabalho que estamos fazendo desde o ano passado com a turma do 8º período. O sucesso nos resultados é a consequência de todos terem abraçado essa causa, cumprindo todas as etapas e sabendo da importância do resultado para eles e para o curso”, ressalta Rosiene Gomes Pereira, coordenadora do curso de pedagogia.

Ao final das avaliações dos resultados, houve uma premiação para as melhores notas na formação geral e específica, em um pódio de primeiro, segundo e terceiro lugar. “Fiquei surpresa e não esperava ficar em primeiro lugar, mas ao mesmo tempo me sentia preparada para a avaliação. Além disso, é uma oportunidade de mostrar o nosso aprendizado e a qualidade do ensino que temos”, diz Ayeska Tainá Veloso, primeiro lugar geral no simulado.

“Essa premiação significa uma vitória pessoal. Eu nunca almejei entrar no ensino superior e agora me destacar dentre tantos alunos de potencial como os meus colegas é um grande desafio”, diz Adriana Lucia Rosa, segundo lugar.

“Mesmo com todo o preparo, pensamos não ser capazes, mas na hora tudo acontece naturalmente, isso porque estamos capacitados, fiquei muito feliz e lisonjeada”, afirma Thamiris Ferreira Fonseca, terceira colocada no simulado.