A Orquestra Sinfônica de Montes Claros (OSMOC) planeja levar uma série de concertos a praças e espaços públicos da cidade, além de apresentações especiais em outros municípios do Norte de Minas. O projeto, aprovado para captação de recursos e parceiros através da Lei Rouanet, tem como objetivo democratizar o acesso à música erudita e encurtar distâncias na disseminação dos nossos valores culturais.

As apresentações estão previstas no decorrer deste ano e de 2019. Além das apresentações artísticas em espaços públicos, o projeto também vai promover, mais uma vez, o conceito dos Concertos Didáticos, onde escolas da rede pública de ensino serão visitas pela OSMC. Cerca de três mil alunos devem ser beneficiados diretamente com o intercâmbio cultural.
 
AJUDA
Em 2017, a Orquestra Sinfônica de Montes Claros comemorou 16 anos de atividades, consolidando-se como referência e pioneirismo no cenário artístico do Norte de Minas. Apesar deste histórico, de apresentações primorosas, intercâmbios culturais e formação de excelentes músicos, a OSMC segue em busca de fortalecimento.

A Orquestra, que ainda não possui uma regularidade de apresentações – o que estimularia e valorizaria ainda mais o projeto –, busca em 2018 o apoio das empresas locais e do público, através de leis de incentivo e do abatimento do Imposto de Renda. Só assim, a OSMC poderá manter viva a cultura da música erudita norte-mineira. 

No site do Formigueiro Cultural, produtora da Orquestra Sinfônica de Montes Claros, há informações detalhadas de como fazer sua doação de imposto e ajudar os projetos da OSMC. O endereço é formigueirocultural.com.br/apoieaosmc